Padrões de crescimento e integração da economia regional brasileira no século XX e início do XXI

Beatriz Tamaso Mioto, Pietro Caldeirini Aruto, Fernando Cézar de Macedo

Resumo


O objetivo deste artigo é apreender historicamente os determinantes gerais dos padrões de integração da economia brasileira e as principais consequências das opções da política econômica para o desenvolvimento regional do país. Nessa abordagem, são confrontados dois períodos específicos: o processo de industrialização no período 1930-1980 e a emergência posterior do padrão neoliberal de especialização produtiva. Embora em ambos as características espaciais do subdesenvolvimento persistam, os condicionantes internos e externos, sintetizados na política econômica, são distintos. No primeiro, as desigualdades regionais aumentam diante de um processo de integração nacional e crescimento econômico. No segundo, o aparente movimento de convergência de renda média e de estrutura econômica revela um modelo de baixo crescimento que não é capaz de aprofundar a integração e nem confrontar os determinantes da dependência externa.

 

Palavras-chave


integração regional, Brasil, subdesenvolvimento

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, P. Balanço do Neoliberalismo. In: GENTILI, P. (org.). Pós-neoliberalismo: As políticas sociais e o estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995, p. 9-23.

ARAÚJO, T. B. Dinâmica Regional Brasileira: rumo à desintegração competitiva? In: Anais do Encontro Nacional da ANPUR, Recife: Anpur, 1995.

ARAUJO, T.B. Desenvolvimento Regional no Brasil. Campinas: IE/Unicamp, 30 de maio de 2012. (comunicação oral).

ARAUJO, T. B. Herança de diferenciação e futuro de fragmentação. Estud. av. [online]. 1997, vol.11, n.29, pp. 7-36.

ARESTIS, Philip (Ed.). Is there a new consensus in macroeconomics?. Palgrave Macmillan, 2007.

AZZONI. C. R. Indústria e reversão da polarização no Brasil. São Paulo: Fipe/USP, 1986.

BALTAR, P. (coord). Estrutura do Emprego e Renda. Projeto PI. Unicamp/UFRJ. 2009 (mimeo).

BALTAR, P. et. al. Moving towards decent work. Labour in the Lula Government: reflections on recent brazilian experience. In: Global Labour University Working Papers. nº 9, 2010.

BRANDÃO, C. A. Território e desenvolvimento: as múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2007.

CANO, W. Desconcentração produtiva do Brasil 1970-2005. São Paulo: UNESP, 2007.

CANO, W. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil, 1930-1970. São Paulo; Campinas, SP: Global Ed.: Editora da UNICAMP; 1985.

CANO, W. Ensaios sobre a Economia Urbana do Brasil. Campinas, SP: Editora da

Unicamp, 2012.

CANO, W. Novas determinações sobre as questões regional e urbana após 1980. Texto para Discussão. IE/UNICAMP. n.193, julho 2011.

CANO, W. Raízes da concentração industrial em São Paulo. 4. ed. Campinas, SP: UNICAMP/IE, 1998.

CARDOZO, S. A; CANO, W. (orient.). Guerra fiscal no Brasil e alterações das estruturas produtivas estaduais desde os anos 1990. 2010. 330 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia.

CARNEIRO, R. Desenvolvimento em crise: a economia brasileira no último quarto do século XX. São Paulo: Ed. UNESP, 2002.

CARNEIRO, R. e MATIJASCIC, M. (orgs.) Desafios do desenvolvimento brasileiro. Brasília: Ipea, 2011.

CRUZ, P. D. Notas sobre o Endividamento Externo Brasileiro nos Anos Setenta, In: L. G. BELLUZZO e R. COUTINHO. Desenvolvimento Capitalista no Brasil, v. 2. São Paulo: Brasiliense, 1983

DINIZ, C. C. Desenvolvimento poligonal no Brasil: nem desconcentração nem contínua polarização. Revista Nova Economia, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, 1993

GUIMARÃES NETO, L. Nota técnica sobre o tema: “Desigualdade Regional”. In: Brasil 2003-2010: trajetórias e resultados. Brasília: CGEE; Recife: CEPLAN, 2010. (mimeo).

HARVEY, D. A Produção Capitalista do Espaço. 2 ed. São Paulo: Annablume, 2006.

HIRATUKA, C. e SARTI, F. (coord). Perspectiva do Investimento na Indústria. Rocha et. al. Projeto PIB, Unicamp/UFRJ. 2010.

LAPLANE, Mariano; SARTI, Fernando. Prometeu acorrentado: o Brasil na indústria mundial. In: CARNEIRO, Ricardo (Org). A supremacia dos mercados e a política econômica do Governo Lula. São Paulo: Editora Unesp, 2006.

LESSA, C. Visão crítica do II PND. Tibiriçá, ano II, no. 6, jan-março, pp. 47-72 (disponível no CEDOC-IE), 1977.

LESSA, Carlos. Quinze anos de política econômica. São Paulo: Brasiliense, 1975. MACEDO, F. M. Inserção externa e território: impactos do comércio exterior na dinâmica regional e urbana no Brasil (1989-2008). Tese (livre-docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. 2010.

MACEDO, F. M.; ANGELIS, A. Guerra fiscal dos Portos e Desenvolvimento Regional no Brasil. REDES (Santa Cruz do Sul), v. 18, n. 1, p. 185 - 212, jan/abril 2013.

MACEDO, F. M. Um Estudo sobre o FNE. Relatório parcial. Projeto Avaliação da política regional brasileira. UNICAMP/IPEA. Campinas, setembro de 2014 (mimeo).

MARINI, Ruy M. Proceso y tendencias de la globalización capitalista. In: MARINI, Ruy M. e MILLÁN, Márgara (orgs). La teoría social latinoamericana, v. 4, p. 49-68, 1996.

OLIVEIRA, F. A reforma tributária de 1966 e a acumulação de capital no Brasil. Brasil debates, 1981, cap. 2, pp. 39 a 87.

PACHECO, C. A. A Questão Regional Brasileira pós-1980: desconcentração econômica e fragmentação da economia nacional. Campinas, 1996. Tese de Doutorado – Unicamp.

PATARRA, N. L. Movimentos migratórios no Brasil: tempos e espaços. Textos Para Discussão Ence, Rio de Janeiro, v. 7, p. 1-55, 2003.

PRADO, S., CAVALCANTI, C. E. A guerra fiscal no Brasil. São Paulo: Fundap/FAPESP; Brasília: IPEA, 2000, 146 p.

QUADROS, W. (2010). Melhorias Sociais no Período 2004 a 2008. In: Texto para Discussão nº 176, IE-UNICAMP, Campinas.

SARTI, F e HIRATUKA, C “Desenvolvimento industrial no Brasil: oportunidades e desafios futuros. Campinas: IE. Texto para Discussão nº187.

SINGER, P. Economia Política da Urbanização, 14ª. ed. São Paulo: Contexto, 1998. 155pg.

TAVARES, M.C. Ciclo e Crise: O Movimento Recente da Industrialização Brasileira. Campinas, IE-Unicamp, 1998.

VAINER, C. Planejamento Territorial e Projeto Nacional – Desafios da Fragmentação. RB Estudos Urbanos e Regionais, v.9, n.1, maio 2007.

VIEIRA, D. J. Um estudo sobre a Guerra Fiscal no Brasil. 2012. 218 fls. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Econômico) – Instituto de Economia. Universidade Estadual de Campinas


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.