O fim do consórcio no poder em Santa Catarina e as perspectivas para o governo de Carlos Moisés da Silva

Daniel da Cunda Corrêa da Silva, Maurício Mulinari

Resumo


A eleição de Carlos Moisés da Silva representa uma alteração no consórcio de poder político em Santa Catarina. Depois de um pacto estabelecido desde 2002, com MDB, PSD e PSDB no comando da política catarinense, a crise brasileira produziu alterações profundas no comando do sistema político, alçando ao poder um desconhecido para a esmagadora maioria da população, mas que encarnou um desejo de mudança assimilado por boa parte dos cidadãos do estado. Desde 2012, inúmeras iniciativas foram tentadas pelo consórcio no poder para postergar sua vitalidade, mas seu prazo de validade havia expirado. Estima-se, neste texto, que a correlação de forças atualmente em Santa Catarina joga água no moinho de uma saída mais radicalizada à direita, da qual Moisés, mesmo que não pareça orgânico, fará parte como instrumento de manutenção de prestígio e poder junto ao sistema político. Longe de representar qualquer tipo de inovação substancial, Moisés padecerá do desafio de tentar articular sua sobrevivência em meio à intensificação da crise brasileira, derivada das políticas ultraliberais de Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. Aos estados federados, caberá a condição de estender os ataques ao serviço público e à população em geral, sempre em favor dos capitalistas catarinenses.

Palavras-chave


Política catarinense; consórcio no poder; dívida pública; crise; privatizações.

Texto completo:

PDF

Referências


DIÁRIO CATARINENSE. Pacto Por Santa Catarina completa cinco anos com atrasos em obras. Disponível em: . Acesso em: 27 mar 2019.

GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Lei n. 16.037 de 24 de junho de 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 mar 2019.

JORNAL NOTÍCIAS DO DIA. Caixa-preta de R$ 6 bi, com impacto direto na vida do cidadão de SC, começa a ser aberta. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2019.

PORTAL NSC TOTAL. Moisés vai a Paulo Guedes. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2019.

__________________. Pacto por Santa Catarina: mapa de obras. Disponível em: Acesso em: 01 abr 2019.

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Relatório quadrimestral da Dívida de Santa Catarina. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2019.

SILVA, Daniel da Cunda Corrêa da. Santa Catarina e o rentismo: a dívida pública do estado na crise econômica brasileira. In: Revista NECAT, v. 6, n. 12, p. 34-51, Jul-Dez, 2017.

SILVA F. C. A.; HEIDEN, F. C.; AGUIAR, V. V. P.; PAUL, J. M. Migração rural e estrutura agrária no oeste catarinense. 2. ed. rev. e atual. Florianópolis: InstitutoCepa/SC, 2003. 99 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.