A dinâmica demográfica de Santa Catarina no período pós-1991

Carla Craice, Thiago Pezzo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo trazer um panorama das principais características demográficas do estado de Santa Catarina e suas seis mesorregiões. Para tal fim, utilizaram-se dados dos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010, possibilitando uma perspectiva da dinâmica da população em um período recente. São trazidas informações sobre o crescimento, distribuição da população e sua composição. Assim sendo, este artigo está dividido em três partes, além desta introdução e considerações finais. Para iniciar a discussão, a primeira parte busca identificar de forma breve os fatores sociais e econômicos que contextualizam a atual situação demográfica de Santa Catarina. A segunda parte aponta as mudanças em termos de crescimento e distribuição da população entre as mesorregiões. A terceira e última parte reflete sobre os aspectos da composição populacional, a proporção da população segundo o sexo (razão de sexo) e a estrutura etária, ou seja, os principais elementos que caracterizam a população no Estado de Santa Catarina. Por fim, apresentam-se algumas considerações conclusivas sobre os principais processos demográficos em curso no Estado de Santa Catarina.

 

Palavras-chave


Santa Catarina; Demografia; Mudanças

Texto completo:

PDF

Referências


AIDAR, T. O impacto das causas violentas no perfil de mortalidade da população residente no Município de Campinas: 1980 a 2000. Revista Brasileira de Estudos de População. v. 20, n. 2, 2003.

ALVES , J. E. D. O. Bônus Demográfico e o crescimento econômico no Brasil. Rio de Janeiro, Aparte, Inclusão Social em Debate, IE-UFRJ,2004. Disponível em: http://www.ie.ufrj.br/aparte/pdfs/bonusdemografico.pdf. Acesso em: 6 abril 2015.

BERQUÓ, E. Demographic evolution of the Brazilian population during the twentieth century. In: HOGAN, D. (Org.). Population change in Brazil: contemporary perspectives. Campinas: NEPO/UNICAMP, 2001.

BERTHO, A. C. S.; AIDAR, T. Mobilidade cotidiana e as taxas de vitimização por acidentes de trânsito: o que é possível enxergar através dos dados censitários?. In: Anais do XIX Encontro Nacional de Estudos Populacionais, São Pedro, 2014. v. 1.

BRITO, F. O deslocamento da população brasileira para as metrópoles. Estudos Avançados, v. 20, n. 57, p. 221–236, ago. 2006. Acesso em: 4 abril 2015.

GOULARTI FILHO, Alcides. A formação econômica de Santa Catarina. Ensaios FEE v. 23, n. 2, p. 977–1007 , 2002.

LESTHAEGHE, Ron J. The Unfolding Story of the Second Demographic Transition. PSC Research Report, n. 10-696. 2010.

MATTEI, Lauro. Economia catarinense: crescimento com desigualdades regionais. Anais do V Encontro de Economia Catarinense. Florianópolis, 2011.

PATARRA, Neide Lopes. Trasición Demográfica: Resumén Histórico o Teoría de Población?. Demografia y Economia, El Colegio Mexico, 1973.

WONG, Laura L. R.; CARVALHO, José A. O rápido processo de envelhecimento populacional do Brasil: sérios desafios para as políticas públicas. R. bras. Est. Pop., São Paulo, v. 23, n. 1, p. 5-26, jan./jun. 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.