Breve panorama da situação socioeconômica de Santa Catarina

Sidnei Niederle, Lauro Mattei

Resumo


Os indicadores sociais de Santa Catarina há muito tempo vêm apresentando melhor comportamento do que a média observada para o conjunto da nação, especialmente no que se refere à menor desigualdade de renda entre os catarinenses e à menor desigualdade entre os municípios do estado, como também nas áreas da educação e saúde. Dados divulgados em dezembro de 2011 pelo IBGE referentes ao ano de 2009 mostram que o PIB per capita foi de R$ 21.214,53, contra R$ 16.917,66 do conjunto do país (IBGE, 2011). Todavia, 3% dos municípios catarinenses registraram naquele ano PIB per capita abaixo da mediana nacional, ou seja, menos de R$ 8.395,00. 

Palavras-chave


Santa Catarina; Desigualdade de Renda; PIB; PIB per capita; Indicadores Sociais.

Texto completo:

PDF

Referências


IFDM EDIÇÃO 2011 – ANO BASE 2009. Índice FIRJAN de desenvolvimento municipal (ifdm). Diretoria de Desenvolvimento Econômicos – DDE e Gerência de Estudos Econômicos – GEE da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – FIRJAN, 2011.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produto interno bruto dos municípios 2005-2009. Contas Nacionais nº 35. Rio de Janeiro, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.